Última hora

Última hora

Bailar contra a crise na Bienal da Dança de Lyon

Em leitura:

Bailar contra a crise na Bienal da Dança de Lyon

Tamanho do texto Aa Aa

Um bailado com quatro mil dançarinos amadores deu início, este domingo, à 15a bienal da dança de Lyon.

Um desfile coreográfico, apresentado como o maior do género na Europa, percorreu as ruas da cidade francesa antes dos profissionais tomarem os palcos a partir de quinta-feira.

A ministra da Cultura francesa, Aurélie Filippetti, afirma:

“Penso que este desfile é verdadeiramente um evento cívico, um pouco de cultura popular no seu melhor. Vemos que as pessoas estão felizes, apesar da crise, e sem esquecer as suas realidades. Mas a felicidade impera a de quem dança e a de quem vê dançar”.

Até ao final do mês a Ásia é o país convidado da edição deste ano com um bailado buto, vindo do Japão, como cabeça de cartaz, para recordar a catástrofe da central de Fukushima.