Última hora

Última hora

Crime de Annecy: testemunha de sete anos desperta do coma

Em leitura:

Crime de Annecy: testemunha de sete anos desperta do coma

Tamanho do texto Aa Aa

A investigação ao crime de Annecy promete ser longa, num momento em que as polícias britânica e francesa prosseguem as buscas na casa da família al-Hili em Claygate, nos arredores de Londres.

Pelo segundo dia consecutivo, o irmão de Saad al-Hili foi ouvido pela polícia, como testemunha, tendo desmentido qualquer litígio familiar em torno de uma herança.

A criança de 4 anos que sobreviveu ao tiroteio, na quarta-feira passada ,em Annecy, já foi repatriada para o Reino Unido depois de ter fornecido poucos elementos sobre o crime.

A segunda filha do casal, de sete anos, despertou esta tarde do coma induzido em que se encontrava e deverá ser brevemente ouvida pelos investigadores franceses.

As motivações do quadrupúlo homicídio permanecem ainda misteriosas. Os investigadores analisam agora os dois telemóveis encontrados junto aos cadáveres do casal al-Hili, uma mulher ainda não identificada e um ciclista francês, vítima colateral do crime.