Última hora

Última hora

Síria: novos bombardeamentos em Aleppo e mais de 250.000 refugiados nos países vizinhos

Em leitura:

Síria: novos bombardeamentos em Aleppo e mais de 250.000 refugiados nos países vizinhos

Tamanho do texto Aa Aa

Os bairros rebeldes de Aleppo, segunda cidade da Síria, voltaram esta terça-feira a ser intensamente bombardeados pelas forças do regime.

O conflito iniciado há 19 meses continua sem qualquer solução à vista e, segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos, já reclamou mais de 27 mil vidas.

Um vídeo publicado na internet – cuja autenticidade não pode ser verificada – mostra os corpos de vinte supostos soldados executados em Aleppo.

Segundo as Nações Unidas, há registo de violações dos Direitos Humanos por parte de ambas as fações do conflito.

Junto à fronteira de Bab Al-Hawa, porta de entrada para a Turquia, centenas de sírios que fogem dos confrontos encontravam-se ontem bloqueados e face a fracas condições sanitárias.

Um homem explica que enfrentam “a cólera e a malária. Por um lado, o presidente Bashar Al-Assad lança assaltos militares, bombardeando indiscriminadamente, e por outro existem os riscos de doenças, escorpiões e mosquitos”.

Segundo o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, o número de sírios que conseguiram escapar para os países vizinhos já ultrapassou os 250 mil.