Última hora

Última hora

Famílias das vítimas de Hillsborough conhecem toda a verdade

Em leitura:

Famílias das vítimas de Hillsborough conhecem toda a verdade

Tamanho do texto Aa Aa

Foram finalmente publicados os relatórios oficiais da tragédia de Hillsborough e que não deixam margem para dúvidas: as falhas no controlo policial foram o principal motivo para o desastre de 15 de abril de 1989.

Acessível inicialmente apenas para as famílias das vítimas, o documento levou mesmo David Cameron a fazer mea culpa. O primeiro-ministro britânico pediu desculpa a todos os familiares das 96 pessoas que perderam a vida em Sheffield, acrescentando que sofreram uma dupla injustiça, a tragédia em si e a difamação das vítimas.
Depois de vários anos a apontar o dedo ao comportamento questionável dos adeptos do Liverpool, o novo documento vem desfazer todas as dúvidas.

O principal motivo para o desastre prendeu-se com a decisão da polícia em abrir as portas de uma das bancadas do Estádio de Hillsborough para que todos os adeptos que se encontravam foram do recinto pudessem assistir à partida entre Liverpool e Nottingham Forest, a contar para as meias-finais da Taça de Inglaterra. Uma decisão que custou 96 vidas.

No Reino Unido a documentação oficial apenas é tornada pública após 30 anos, neste caso as 400 mil páginas de relatórios foram divulgadas sete anos mais cedo devido a um abaixo-assinado subscrito por mais de 140 mil pessoas.