Última hora

Última hora

Holanda vota hoje com crise da Zona Euro em pano de fundo

Em leitura:

Holanda vota hoje com crise da Zona Euro em pano de fundo

Tamanho do texto Aa Aa

A Holanda vota hoje em legislativas antecipadas que deverão definir a forma como o país vai lidar com a crise na Zona Euro.

Lado a lado nas sondagens, os liberais do primeiro-ministro Mark Rutte e os trabalhistas são ambos creditados com 35 dos 150 assentos do Parlamento.

Depois de depositar o voto, o chefe do governo cessante frisou que “há uma escolha real nestas eleições: em termos da Europa, continuar com a relação próxima com a Alemanha e a Finlândia para lutar contra a crise do Euro ou mudar para uma Europa mais orientada à ‘francesa’, que é uma opção à qual me oponho”.

Apesar de também ser pró-europeu, o líder trabalhista Diederik Samsom privilegia, contrariamente a Rutte, uma aproximação com a França.

Samsom afirma que “cabe aos eleitores decidir quantos votos terá. Vamos ver. É um dia de grande excitação”.

Apesar do descontentamento e ceticismo crescente do eleitorado holandês face a Bruxelas, as formações anti-europeias não conseguiram aproximar-se dos liberais e trabalhistas.

Os socialistas radicais liderados por Emile Roemer e a extrema-direita dirigida por Geert Wilders – que milita pela saída da União Europeia – não deverão ter um papel de relevo na formação do próximo executivo.

Segundo os analistas, o futuro governo poderá passar por uma coligação entre os liberais de Rutte e os trabalhistas de Samsom.