Última hora

Última hora

Nova Iorque proíbe venda de refrigerantes em embalagens com mais de 473 ml

Em leitura:

Nova Iorque proíbe venda de refrigerantes em embalagens com mais de 473 ml

Tamanho do texto Aa Aa

A cidade de Nova Iorque aprovou uma lei que proíbe a venda de refrigerantes e outras bebidas
com açúcar em copos ou garrafas com mais de 473
ml.

A norma destina-se aos restaurantes, cinemas, cafés e estabelecimentos similares, mas não abrange os supermercados nem as lojas de conveniência.

Proposto por Michael Bloomberg, o mayor da cidade, o veto foi aprovado por 8 votos contra e uma abstenção.

“Creio que este é o maior passo que uma cidade alguma vez deu para combater a obesidade, mas certamente não é o último que muitas outras irão dar e acreditamos que vai ajudar a salvar vidas”, disse o edil.

Os fabricantes e vendedores dizem que a lei atribui de forma injusta a culpa do problema da obesidade nos Estados Unidos aos refrigerantes, e que é um excesso na regulamentação do comportamento das pessoas.

A nova lei entra em vigor em março e não se aplica a bebidas de baixo teor calórico, alcoólicas ou que tenham mais de 50 por cento de leite ou 70 por cento de sumo sem açúcar.