Última hora

Última hora

Israel brande ameaça nuclear iraniana nos Estados Unidos

Em leitura:

Israel brande ameaça nuclear iraniana nos Estados Unidos

Tamanho do texto Aa Aa

Benjamin Netanyahu pede aos Estados Unidos que imponham limites ao Irão. Numa entrevista, na televisão norte-americana, o primeiro-ministro israelita garante que o Irão está muito próximo da bomba atómica e pede a Washington que intervenha: “Penso que o Irão se aproxima cada vez mais do nível de realização da arma nuclear. Está muito próximo. Dentro de seis meses terá 90% do urânio enriquecido necessário para fazer uma bomba atómica. E penso que os Estados Unidos têm de lhe impor limites já, antes que seja demasiado tarde.”

Israel não quer arriscar uma intervenção militar unilateral contra o Irão. Para Amos Gilad, conselheiro do ministro israelita da Defesa, seria uma operação demasiado arriscada – para toda a região.

O Irão, por seu lado, continua a afirmar que o programa nuclear do país é puramente civil, para efeitos energéticos e medicinais. Um argumento que não convence a comunidade internacional.

Esta quinta-feira, uma vez mais, a Agência Internacional de Energia Atómica voltou a manifestar-se inquieta face à falta de transparência das centrais iraquianas.