Última hora

Última hora

Duques de Cambridge apresentam queixa-crime contra a Closer

Em leitura:

Duques de Cambridge apresentam queixa-crime contra a Closer

Tamanho do texto Aa Aa

Apesar da digressão pela zona Ásia-Pacífico, os duques de Cambridge continuam a fazer correr muita tinta na Europa.

Depois de terem apresentado queixa contra a revista francesa Closer por “atentado à vida privada”, os duques de Cambridge apresentaram, esta segunda-feira, uma queixa-crime contra o fotógrafo autor das fotografias de Kate Middleton em topless durante as férias de verão no Sul de França.

Para o advogado Christopher Mesnooh “de um ponto de vista puramente económico a maioria das revistas chegaria à conclusão que é do seu interesse publicar as fotografias e tentar negociar qualquer ação legal mais tarde.”

Certo é que as queixas apresentadas contra a Closer não demovem as restantes revistas de fazerem o mesmo. A revista de celebridades italiana CHI, do mesmo grupo que a publicação gaulesa, decidiu dedicar um especial de 26 páginas aos seios da duquesa de Cambridge.

“O interesse público, a natureza não mórbida das fotografias, o respeito pela dignidade da pessoa e a não-violação de privacidade porque se encontrava num espaço público, na rua, significa que as fotografias respeitam a lei italiana”, defende o editor da CHI, Alfonso Signorini.

Ao levarem o caso para a justiça os duques de Cambridge esperam dissuadir outras revistas de publicarem as fotografias de Kate em topless. A CHI não parece minimamente intimidada. O jornal irlandês Irish Daily Star também já publicou as imagens da duquesa de Cambridge.