Última hora

Última hora

Embaixador americano na Líbia foi transportado vivo para o hospital

Em leitura:

Embaixador americano na Líbia foi transportado vivo para o hospital

Tamanho do texto Aa Aa

Os últimos momentos do embaixador norte-americano na Líbia, assassinado na semana passada, foram filmados. As imagens agora divulgadas provam os testemunhos segundo os quais Christopher Stevens ainda estava vivo quando foi transportado para o hospital.

Ouve-se muita confusão e gritos de “Deus é Grande” que, ao contrário do que podem sugerir, não são de regozijo pelo ataque, mas sim de alegria por o embaixador estar vivo, isto segundo as testemunhas.

O ataque aconteceu no consulado norte-americano em Bengazi, na terça-feira, dia 11 de setembro.

“Ele estava vivo, era isso que nós dizíamos. Ele mexia os olhos e olhava para nós. Não o reconhecemos, pensámos que era simplesmente um estrangeiro e que tínhamos de cuidar dele”, explica Fahd al-Bakoush, que gravou o vídeo.

Este episódio violento ainda está por explicar. Pode ter a ver com o aniversário do 11 de setembro de 2001 ou com a onda de protestos antiamericanos no mundo árabe.

O presidente do congresso e o ministro do Interior da Líbia confirmaram a detenção de várias dezenas de pessoas, alegadamente ligadas à Al Qaeda, no âmbito da investigação ao ataque.