Última hora

Última hora

Magistratura grega em greve contra a austeridade

Em leitura:

Magistratura grega em greve contra a austeridade

Tamanho do texto Aa Aa

A austeridade não agrada a ninguém. Desta vez, é a magistratura grega que está em greve. Juízes, magistrados e outros funcionários dos tribunais começaram, esta segunda-feira, uma greve de cinco dias.

Protestam contra as novas medidas do governo de Atenas, que precisa de economizar mais 12 mil milhões de euros entre 2013 e 2104.

Emmanuel Papdakis, presidente do sindicato nacional do ministério público, não nega as dificuldades mas pede limites: “Percebemos os problemas que o país atravessa. Contribuímos e não temos nada contra contribuir, mas é preciso definir uma linha, tem de haver um limite. Não podem insultar-nos assim!”

O governo de Atenas vai, mais uma vez, cortar nos salários, nas pensões e nos subsídios.

Os magistrados não sabem qual será o corte que vão sofrer mas, em 2010, já tinham visto os ordenados reduzidos em cerca de 40 por cento.

Esta ação de protesto ocorre durante mais uma visita dos inspetores da Troika à capital grega.