Última hora

Última hora

Japão e China: guerra pelas ilhas ameaça desporto

Em leitura:

Japão e China: guerra pelas ilhas ameaça desporto

Tamanho do texto Aa Aa

Desentendimentos políticos entre a China e Japão por causa das ilhas Senkaku e Diaoyu estenderam-se às competições desportivas.
 
Os protestos, que têm afetado várias cidades chinesas, terão levado a federação de badminton a cancelar a participação das jogadoras chinesas num torneio que se realiza esta semana em Tóquio. A China rejeita as acusações e defende que as atletas estão apenas cansadas. 
 
“É uma pena que as jogadoras chinesas não estejam aqui, mas há muitos outros países muito bons e tudo que podemos fazer é dar o nosso melhor no primeiro jogo”, disse uma jogadora de badminton do japão, Reika Kakiiwa.
 
Uma guerra diplomática que tem alcançado cenários inesperados entre dois gigantes orientais. A presença dos atletas japoneses no Tour de Pequim, que se realiza na capital chinesa entre nove e treze de Outubro, também está ameaçada. O Japão acusa os vizinhos de terem expulsado esta segunda-feira da capital os ciclistas da equipa Aisan e um grupo de jornalistas que os acompanhavam. Várias empresas japonesas também já suspendaram as suas atividades em Pequim.