Última hora

Última hora

Morreu Santiago Carrillo

Em leitura:

Morreu Santiago Carrillo

Tamanho do texto Aa Aa

Morreu o líder histórico do Partido Comunista Espanhol, Santiago Carrillo. Foi esta terça-feira, em Madrid, durante a sesta. Tinha 97 anos.

Antigo resistente contra Franco, liderou o PCE desde 1960, ainda na clandestinidade, até 1982.

Foi uma das figuras-chave, não só na transição democrática espanhola, como em toda a história recente do país, como lembra o porta-voz da Esquerda Unida, Gaspar Llamazares: “É mais que uma personalidade da esquerda que nos deixa. É um pedaço da nossa história. Do melhor da nossa história, com todas as suas grandezas, mas também com todos os seus erros”.

Carrillo foi líder da Juventude Socialista durante a República e combateu na guerra civil de Espanha. Sucedeu a Dolores Ibárruri, “La Pasionaria”, como secretário-geral do PC.

Com a chegada de Franco ao poder, Carrillo exilou-se em Paris. Um ano depois da morte do ditador regressa clandestinamente a Espanha e é preso. Só no ano seguinte, em 1977, o Partido Comunista foi legalizado.

Com o italiano Enrico Berlinguer e o francês Georges Marchais, fundou a corrente do Eurocomunismo, contra a linha dura do PC soviético.