Última hora

Em leitura:

Novo declínio nas vendas de carros na Europa


mundo

Novo declínio nas vendas de carros na Europa

Prossegue o declínio do mercado automóvel europeu e, em agosto, a Ford foi a marca mais afetada. O construtor norte-americano sofreu um recuo de 29% nas vendas, seguido dos 18% da General Motors e da Fiat.

Segundo a Associação Europeia de Construtores Automóveis, ACEA, no mês passado, as vendas de carros novos recuaram 8,5% para pouco mais de 722 mil veículos.

Na Grécia as vendas caíram quase 47%. Em Itália recuaram 20 e em Portugal 33%. A tendência deve acentuar-se devido às novas medidas de austeridade do governo de Passos Coelho.

Nem a Alemanha escapa, com um recuo das vendas a atingir 4,7%.

Já em Espanha, as vendas aumentaram 3,4%, com os espanhóis a anteciparem o aumento do IVA.

Há 11 meses que o mercado europeu está em declínio e a ACEA estima que se atinja este ano mínimos de 17 anos. A Peugeot já anunciou despedimentos, a GM está em negociações e a Ford pondera encerrar fábricas.

Mas há ainda quem venda, como a Daimler, do grupo Mercedes, a Hyundai e a Kia.

O momento é propício aos veículos low-cost e a Dacia, do grupo francês Renault, tenta tirar proveito. A marca revelou o seu novo modelo produzido em Marrocos.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Novo enviado da ONU visita refugiados sírios