Última hora

Última hora

Advogados paquistaneses protestam contra filme americano

Em leitura:

Advogados paquistaneses protestam contra filme americano

Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de 500 advogados paquistaneses protestaram, esta quarta-feira, junto da Embaixada americana em Islamabad, contra a exibição do filme, “A inocência dos muçulmanos”.

Conseguiram forçar o primeiro portão da embaixada, mas ficaram por aí. A polícia conseguiu conter o entusiasmo.

Gritaram depois palavras de ordem, como por exemplo, “estamos dispostos a morrer, pelo profeta”.

“Nós queremos que as relações diplomáticas e os tratados assinados entre os dois países sejam suspensos e que a embaixada aqui seja desativada”, disse uma manifestante.

Entretanto, o Governo do Paquistão decretou um dia de feriado nacional, para sexta-feira, para assinalar a indignação contra o filme.

O decreto diz ainda que será uma festa para consagrar o amor ao profeta Maomé.

Tal como no Paquistão, também no Afeganistão o presidente Obama parece reunir todos os ódios, juntamente com a bandeira dos Estados Unidos.

Em Jalalabad, estudantes sairam à rua para protestarem contra a exibição do filme e “contra toda a blasfémia”.