Última hora

Última hora

Pacto de disciplina orçamental da UE divide deputados da maioria francesa

Em leitura:

Pacto de disciplina orçamental da UE divide deputados da maioria francesa

Tamanho do texto Aa Aa

À procura de um consenso, a França iniciou o processo de ratificação do pacto de disciplina orçamental da União Europeia.
 
No entanto, o Governo gaulês tem de conseguir que os deputados da maioria votem a favor. Tanto à esquerda do Partido Socialista como entre os parceiros de coligação há planos de abstenção ou de voto contra.
 
O primeiro-ministro, Jean-Marc Ayrault, desdobra-se em apelos: “A França tem de continuar a aparecer como um ator determinante do futuro da Europa. Sabemos que a Europa não se pode pensar sem a França. Por isso a nossa voz pesa e quanto mais unida, quanto mais forte, mais pesa.”
 
Os opositores acusam o presidente François Hollande de não renegociar o documento conforme prometido durante a maratona eleitoral.
 
“A austeridade e o rigor serão sustentáveis com este tratado. Mas julgo que não é a saída. Tem de se renegociar, porque não se fez o suficiente”, diz o senador ecologista Jean Vincent Placé.
 
O desafio que tem pela frente pode enfraquecer a imagem do Presidente francês. Se persiste a incerteza o Governo de Hollande deverá precisar dos votos da oposição de direita.