Última hora

Última hora

Síria: Massacre de civis em bairro de Damasco soma duas dezenas de mortos

Em leitura:

Síria: Massacre de civis em bairro de Damasco soma duas dezenas de mortos

Tamanho do texto Aa Aa

As denúncias de massacres de civis continuam a ser uma constante na Síria, com números negros que se agravam e que perpetuam o derrame de sangue.

Imagens divulgadas por ativistas espelham a difícil realidade. Num bairro de Damasco, pelo menos duas dezenas de pessoas terão morrido às mãos das forças fiéis ao regime de Bashar Al-Assad.

O presidente sírio esteve esta quarta-feira reunido com o ministro iraniano dos Negócios Estrangeiros. Ali Akbar Salehi, um aliado, garantiu consultar os dirigentes do país sobre a crise, mas acrescentou que a solução tem de surgir “unicamente do interior da família síria.”

Ao mesmo tempo insistiu na ideia do envio de observadores para por termo à escalada de violência.

Esta quarta-feira, os rebeldes sírios anunciaram o controle do posto fronteiriço de Tel Abiad, entre a província de Al Raqa e a Turquia.

O Exército leal ao regime tinha bombardeado com helicópteros e artilharia o posto e a cidade. Mas de acordo com o porta-voz do Exército Livre Sírio (ELS), os rebeldes arrancaram a bandeira síria para substituí-la pela insígnia da revolução, da época da independência.