This content is not available in your region

Líder chinês apela ao fim do embargo de armas e proteccionismo europeus

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Líder chinês apela ao fim do embargo de armas e proteccionismo europeus

<p>O apelo para que a UE ponha fim ao embargo de armas que impõe à China (desde o massacre de Tianman, em 1989), foi um dos temas destacados pelo primeiro-ministro chinês na cimeira, esta quinta-feira, em Bruxelas. </p> <p>Wen Jiabao disse esperar também que Bruxelas passe a apoiar os esforços da China para aceder mais cedo ao estatuto de economia de mercado, no quadro da Organização Mundial do Comércio. No fundo, que haja maior respeito mútuo e cooperação.</p> <p>“Seja quais form os problemas que encontremos no nosso caminho, enquanto mantivermos um diálogo equilibrado, com consultas bilaterais, seremos capazes de expandir o consenso, reduzir as nossas diferenças e alcançar resultados satisfatórios para ambas as partes”, disse Wen Jiabao no fórum de negócios que se seguiu à reunião política.</p> <p>Além do comércio e investimento mais equilibrado, a China promete outro tipo de ajuda para resolver a crise económica. O governo de Pequim pretende continuar ajudar os países europeus altamente endividados.</p> <p>“Ao longo dos últimos meses, a China tem investido em títulos dos governos da zona euro e dos membros do Fundo Europeu de Estabilidade Financeira. A China vai continuar a ajudar na resolução do problema da dívida europeia através de canais apropriados”, disse o primeiro-ministro chinês.</p> <p>Quase a terminar dez anos de mandato, o líder chinês aproveitou esta sua última cimeira com a União para assinar novos acordos. Um deles visa baixar as emissões de gases com efeito de estufa na China, que se tornou no país mais poluidor do mundo.</p> <p>Foram, ainda, assinados acordos na área da inovação, aplicação de legislação anti-monopolismo e cooperação na indústria espacial.</p>