Última hora

Última hora

Consumidores espanhóis rendem-se aos artigos em segunda mão

Em leitura:

Consumidores espanhóis rendem-se aos artigos em segunda mão

Tamanho do texto Aa Aa

Apesar da resistência cultural em comprar artigos em segunda mão, no poupar é que está o ganho e a crise parece estar operar uma mudança nos hábitos de consumo dos espanhóis.

Nada vai para o lixo e as lojas de vestuário e acessórios usados estão a ganhar cada vez mais adeptos.

Cenário ainda mais gritante no que diz respeito ao ramo automóvel. Basta ouvir os responsáveis pelas vendas dos stands, como Angel Rodriguez: “Tudo mudou. Há seis ou sete anos vendiam-se quatro ou cinco carros novos por cada unidade em segunda mão. Agora não é bem assim. Vendemos três a quatro carros usados por cada viatura nova.”

O setor do mobiliário também reflete a tendência. Nem os preços baixos de grandes superfícies vindas, por exemplo, do norte da Europa parecem compensar. Por isso mesmo, mais do que nunca, do velho se faz novo.