Última hora

Última hora

Portugal: Governo prepara alternativas a subida da TSU

Em leitura:

Portugal: Governo prepara alternativas a subida da TSU

Tamanho do texto Aa Aa

O governo português cede à pressão para recuar no aumento da Taxa Social Única (TSU). Ao final de oito horas de reunião do Conselho de Estado, o comunicado final do órgão consultivo da presidência avança que, “o executivo está disposto a estudar alternativas” à polémica subida de 7% da TSU anunciada pelo governo.

O presidente português, Cavaco Silva, tinha reunido esta sexta-feira os 19 conselheiros e o ministro das Finanças, Vítor Gaspar, entre os apupos e palavras de ordem de milhares de manifestantes concentrados frente ao palácio de Belém.

Cavaco Silva reafirmara, antes da reunião, a importância de “ouvir o país”, sublinhando que o risco de uma crise entre os parceiros da coligação governamental estaria ultrapassado.

Segundo o semanário Expresso, Pedro Passos Coelho deverá apresentar no início da próxima semana uma alternativa à subida da TSU, que poderia implicar cortes nos subsídios.

O primeiro-ministro garantiu ontem que não é alheio aos protestos contra as medidas de austeridade, tendo prometido uma nova ronda de negociações com os parceiros sociais.

Mas a margem de manobra do governo arrisca-se a ser curta, depois de se ter comprometido com a “troika” a respeitar um défice de 5% este ano.

Alguns analistas afirmam, que sem medidas adicionais, o défice poderia atingir os 6,5%.