Última hora

Última hora

Igreja Católica australiana reconhece mais de 600 casos de pedofilia

Em leitura:

Igreja Católica australiana reconhece mais de 600 casos de pedofilia

Tamanho do texto Aa Aa

Numa revelação inédita, a Igreja Católica australiana admitiu ter havido mais de 600 casos de pedofilia cometidos por sacerdotes desde 1930. De acordo com um relatório entregue à comissão do parlamento do Estado de Vitória que investiga os casos de pedofilia na igreja, a maioria dos abusos foram cometidos entre as décadas de 60 e 80. O relatório conclui que só houve 13 casos de abusos sexuais de menores desde 1990.