Última hora

Última hora

Slutwalk: a "marcha das vadias" em Londres

Em leitura:

Slutwalk: a "marcha das vadias" em Londres

Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de mulheres manifestaram-se ontem, em Londres, para exigir mais empenho à polícia e à justiça na luta contra os crimes sexuais.

Segundo as ativistas, apenas sete em cada 100 violadores são atualmente condenados em tribunal no Reino Unido.

“Violação é violação, mesmo se estás vestida com uma mini-saia, bêbada, numa relação com um homem, casada há 20 anos, mesmo se foi o teu marido. Se és uma imigrante clandestina e foste violada num centro de detenção. Se és imigrante, prostituta e foste violada por um cliente. Violação é violação. Todas merecemos e exigimos ser protegidas”, afirma Anastasia Richardson, organizadora da marcha.

O protesto integra-se no movimento “slutwalk”, ou “marcha das vadias”, surgido no ano passado no Canadá, depois da polícia ter aconselhado as mulheres a vestirem-se discretamente para prevenir abusos sexuais.