Última hora

Última hora

China: Antigo braço direito de Bo Xilai condenado a 15 anos de prisão

Em leitura:

China: Antigo braço direito de Bo Xilai condenado a 15 anos de prisão

Tamanho do texto Aa Aa

Acusado de deserção, abuso de poder, corrupção e tentativa de encobrimento do homicídio de um empresário britânico, Wang Lijun recebeu uma sentença conjunta por todos os crimes.

O antigo chefe da polícia de Chongqing está no centro do maior escândalo da política chinesa da última década.

Detido em fevereiro, Lijun revelou às autoridades as más práticas do seu chefe político regional, Bo Xilai, acusando a mulher do candidato à liderança do Partido Comunista (PC) do homicídio do empresário britânico Neil Heywood em novembro do ano passado.

A esposa de Bo Xilai confessou ter envenenado o homem de negócios britânico e foi condenada a morte com pena suspensa, o que equivale a uma sentença de prisão perpétua.

Afastado da direção regional por corrupção e da corrida à cúpula do Partido Comunista Chinês – que será renovada este ano – o controverso Bo Xilai pode muito bem vir ainda a sentar-se no banco dos réus por encobrimento do crime cometido pela sua mulher.

> Jacky Kennedy da China presa por assassínio; marido caído em desgraça
> Processo de Gu Kalai abala o Partido Comunista Chinês