Última hora

Última hora

Motim de trabalhadores nos bastidores da Apple

Em leitura:

Motim de trabalhadores nos bastidores da Apple

Tamanho do texto Aa Aa

Um alegado motim de trabalhadores sacudiu, esta noite, uma das empresas fornecedoras da Apple. Cerca de duas mil pessoas ter-se-ão envolvido em confrontos nos dormitórios de uma fábrica da Foxconn, na província de Shanxi, no norte da China. Os distúrbios provocaram 40 feridos e a polícia fez várias detenções. A unidade decidiu não abrir as portas, pelo menos, esta segunda-feira.

A fábrica de Shanxi emprega quase oitenta mil pessoas e ficou conhecida pelas múltiplas denúncias de más condições de trabalho. Vários suicídios tinham manchado a reputação do grupo Foxconn, que é um dos principais fornecedores de componentes eletrónicos para gigantes da tecnologia, como a Apple.

O incidente surge pouco depois do lançamento do novo iPhone e relança o debate sobre os bastidores da exploração laboral na Foxconn. A gigante tecnológica emprega mais de um milhão de pessoas em todo o mundo.