Última hora

Última hora

Síria: Brahimi sem "plano concreto" para o fim da violência

Em leitura:

Síria: Brahimi sem "plano concreto" para o fim da violência

Tamanho do texto Aa Aa

O conflito na Síria, a questão do nuclear iraniano e a crise no Mali são os temas dominantes da 67ª Assembleia Geral da ONU que decorre em Nova Iorque.

O enviado das Nações Unidas e da Liga Árabe para a Síria disse ao Conselho de Segurança ter “algumas ideias”, mas não um plano concreto para a solução do conflito.

Três semanas após ter iniciado funções, Lakhdar Brahimi apresentou o seu primeiro relatório onde constata que a situação no terreno “é extremamente má e está a piorar, o que representa uma ameaça para a região e uma ameaça para a paz e segurança no mundo”.

O mediador internacional afirmou que a resolução do conflito está num “impasse” mas acredita que será “encontrada uma abertura num futuro não muito distante”.

18 Meses de conflito armado na Síria já levaram cerca de um milhão e meio de pessoas a abandonarem as suas casas. O Observatório Sírio dos Direitos do Homem cifra em 29 mil, o número de mortos desde o início da violência há um ano e meio.