Última hora

Última hora

Governo espanhol afirma que a polícia "atuou exemplarmente" em Madrid

Em leitura:

Governo espanhol afirma que a polícia "atuou exemplarmente" em Madrid

Tamanho do texto Aa Aa

No rescaldo da intervenção policial em Madrid, os números aumentam: há agora registo de 64 feridos, quase metade polícias, e 35 detidos, na sequência dos confrontos entre as autoridades e os manifestantes reunidos na Praça Neptuno, frente ao Congresso dos Deputados.

A vigorosa atuação das forças da ordem está a levantar várias interrogações e muita indignação. Eduardo Madina, do Partido Socialista: “eles perderam o controlo quanto estavam a conter o protesto. As imagens das cargas policiais são claramente excessivas e, se compararmos com a gestão de manifestações feita noutros tempos, quando estávamos no governo, as diferenças falam por si mesmas.”

O contraponto vem do ministro do Interior. Para Jorge Fernández Díaz, “querer ocupar o parlamento, ou pressionar os deputados, quando a assembleia está reunida, é uma agressão que não se pode permitir à ordem constitucional e à ordem jurídico-penal. A polícia atuou exemplarmente”, conclui Díaz.

Em vésperas do anúncio do orçamento para 2013, esta quinta-feira, a iminência de novos incidentes está longe de descartada.