Última hora

Última hora

Itália: Quebra de consumo sente-se até no leite

Em leitura:

Itália: Quebra de consumo sente-se até no leite

Tamanho do texto Aa Aa

Pelo quarto mês consecutivo os comerciantes em Itália perderam clientes. As medidas de austeridade e o desemprego estão a obrigar os italianos a cada vez mais contas e até bens de primeira necessidade, como leite ou peixe, estão a ser menos procurados.

A desilusão entre os italianos é cada vez maior. “Está tudo muito mau. É uma confusão e, desta forma, não vamos conseguir viver. Temos, por outro lado, de dar saltos mortais nas nossas economias para conseguir sobreviver”, diz-nos uma italiana, num mercado de Roma.

Em comparação com o mesmo período do ano passado, por exemplo, o mês de julho registou em Itália uma quebra de 3,2 por cento no consumo.

Os supermercados estão a ver cada vez mais produtos sem necessidade de reposição nas prateleiras. E os restaurantes também se ressentem.

Um grupo de retalhistas prevê para este ano a maior queda no consumo desde a Segunda Guerra Mundial. Até o café, de que os italianos tanto gostam, está a perder clientes.