Última hora

Última hora

Itália: Monti continua disponível para servir o País

Em leitura:

Itália: Monti continua disponível para servir o País

Tamanho do texto Aa Aa

Mario Monti afirmou esta quinta-feira que não se furtará a ser novamente Primeiro-ministro, se tal lhe for pedido.

A declaração foi feita em Nova Iorque à margem da Assembleia Geral das Nações Unidas.

Monti referiu que estaria disposto a presidir um novo governo caso não houvesse um vencedor claro nas eleições do próximo ano, como atualmente as sondagens indicam.

“Se se verificarem circunstâncias em que eu possa ser útil após o período de eleições, estarei presente e considerarei. Não me esquivarei a nada”, afirmou Monti.

A declaração surge dois dias depois de Silvio Berlusconi, Primeiro-ministro italiano até novembro passado, ter dito que Mario Monti poderia ser o candidato ideal nas eleições de março que vem.

Próximo de Angela Merkel e de François Hollande, Mario Monti foi nomeado senador vitalício e primeiro-ministro de Itália após a saída de Berlusconi.