Última hora

Última hora

Peer Steinbrück: o social-democrata que pode fazer estremecer Merkel

Em leitura:

Peer Steinbrück: o social-democrata que pode fazer estremecer Merkel

Tamanho do texto Aa Aa

O antigo ministro das Finanças de Angela Merkel tornou-se hoje num dos mais ameaçadores rivais da Chanceler alemã nas eleições do próximo ano.
Os sociais-democratas designaram Peer Steinbrück como candidato da formação.

O economista de 65 anos terá como tarefa, segundo o partido, “combater a ameaça do poder crescente dos mercados financeiros na Europa”.

“Nós queremos substituir este governo quando se torna cada vez mais claro que não terá hipóteses de ser reeleito dentro de um ano. Mas não vai ser uma substituição parcial, queremos instalar no poder uma coligação entre o SPD e os verdes”, afirmou Steinbrück.

O político da ala mais ao centro do SPD é a terceira personalidade política mais popular do país, depois de Angela Merkel e do atual ministro das finanças.

Pragmático, mordaz e com um conhecido humor cáustico, Steinbrück defende um controlo reforçado sobre os mercados financeiros.

O político, que lançou esta semana a sua biografia tem agora que convencer a ala mais à esquerda do seu partido, depois de ter apoiado medidas económicas impopulares e afirmado que a formação deveria cortar as ligações com os sindicatos.

O economista tem agora cerca de um ano para tentar convencer o eleitorado alemão quando as sondagens dão uma vantagem de 10% aos cristãos democratas de Merkel (CDU- 38%; SPD-29%).