Última hora

Última hora

Geórgia: Ivanishvili mantém estratégia de adesão à UE e à NATO

Em leitura:

Geórgia: Ivanishvili mantém estratégia de adesão à UE e à NATO

Tamanho do texto Aa Aa

Com o anúncio da vitória de Bidzina Ivanishvili nas eleições legislativas de segunda-feira, muitas são as questões que se colocam sobre as prioridades de governação do multimilionário georgiano.

A coabitação entre Ivanishvili e o presidente Mikhail Saakashvili não se anunciam fáceis e deixam em aberto muitas questões sobre a estabilidade política do país. Sobre a adesão à NATO e à União Europeia Ivanishvili respondeu às questões da euronews.

“A nossa principal estratégia é a integração euro atlântica e não vamos mudar essa estratégia. Vamos manter as aspirações em relação à União Europeia e à Aliança Atlântica.”

Quanto à questão do investimento estrangeiro na Geórgia, o primeiro-ministro eleito defende que “hoje em dia os empresários georgianos não estão prontos para exportar produtos para os mercados americano e europeu. Numa fase inicial seria positivo e interessante para nós virarmo-nos para o mercado russo porque os empresários georgianos estão mais familiarizados com este mercado.”

Resta por resolver o problema das relações diplomáticas entre Tbilissi e Moscovo, inexistentes desde o conflito entre os dois países em 2008. No seguimento do conflito a Rússia reconheceu a independência da Ossétia do Sul e da Abecásia, duas regiões secessionistas pró-russas.

Para saber mais sobre esta e outras questões não perca a entrevista a Bidzina Ivanishvili esta noite na euronews.