Última hora

Última hora

Jordânia: monarca dissolve o parlamento na véspera de protesto da oposição

Em leitura:

Jordânia: monarca dissolve o parlamento na véspera de protesto da oposição

Tamanho do texto Aa Aa

O regresso dos protestos da oposição na Jordânia levou o rei Abdullah II a dissolver o parlamento, esta quinta-feira, e a convocar eleições antecipadas.

A decisão ocorre na véspera do protesto, convocado para hoje em Amã, pelo partido da irmandade muçulmana para voltar a exigir a reforma da lei eleitoral e o reforço da luta contra a corrupção.

O movimento islamita espera reunir mais de 50 mil pessoas na capital, depois de ter afirmado que voltará a boicotar o próximo escrutínio, como em 2010.

O rei Abdullah II tinha tentado acalmar a revolta popular ao modificar a lei eleitoral, em junho, de forma a aumentar de 17 para 27 o número de lugares no parlamento eleitos por partidos e não por candidatos.

Uma reforma que não satisfaz a oposição islamita que exige uma revisão constitucional que permita a eleição direta do primeiro-ministro, até hoje nomeado diretamente pelo monarca.