Última hora

Última hora

Primeiro frente-a-frente entre Obama e Romney

Em leitura:

Primeiro frente-a-frente entre Obama e Romney

Tamanho do texto Aa Aa

A universidade de Denver acolheu o primeiro de três debates entre os candidatos às presidenciais norte-americanas de Novembro.

O “combate” televisivo inaugural entre o presidente democrata, Barack Obama, e o ex-governador republicano do Massachusetts, Mitt Romney, esteve focado na economia, saúde e política interna.

Com apenas 44 por cento das intenções de voto nas sondagens, Romney adotou uma postura agressiva:

“Sob as políticas do presidente, a classe média norte-americana está a ser enterrada. Os norte-americanos da classe média assistiram a uma descida do seu rendimento da ordem de 4300 dólares, o que equivale a um imposto adicional. Vou chamar-lhe imposto económico. Ao mesmo tempo, os preços dos combustíveis duplicaram, os preços da eletricidade e dos alimentos aumentaram e os custos dos cuidados de saúde subiram 2500 dólares por família. As famílias da classe média estão a ser esmagadas.”

Barack Obama: “Há quatro anos, neste palco, disse que cortaria os impostos para as famílias da classe média. Foi isso que fiz. Cortámos os impostos da classe média em cerca de 3600 dólares. O facto é que, se baixamos as taxas da forma como descreve o governador, não é possível obter deduções e escapatórias suficientes que apenas afetem os indivíduos com altos rendimentos, de forma a evitar uma subida do défice ou um peso adicional sobre a classe média. É uma questão matemática, aritmética.”

O próximo debate está previsto para 11 de outubro, e 11 dias depois tem lugar o terceiro e derradeiro encontro televisivo. O impacto dos debates só será efetivamente medido a 6 de Novembro, nas urnas.