Última hora

Última hora

Estudantes em Itália contra austeridade

Em leitura:

Estudantes em Itália contra austeridade

Tamanho do texto Aa Aa

A Itália foi varrida por manifestações contra a austeridade. Em Roma, Turim e Milão os protestos descambaram em confronto com as autoridades.
 
Em várias cidades, milhares de pessoas, sobretudo estudantes, protestaram contra os cortes na despesa, que afetam setores como a educação.
 
Estes cortes foram decididos ainda pelo governo de Silvio Berlusconi, mas o novo executivo, chefiado por Mario Monti, não os anulou, nem anunciou novos investimentos na educação.
 
O preço dos livros escolares e das propinas faz com que muitos jovens acusem o governo de querer impor uma educação só para quem pode pagar.
  
“Viemos para as ruas dizer que não aceitamos estas medidas de austeridade e para chamar a atenção do público para os problemas das escolas. A escola é uma peça importante da sociedade e não podemos viver sem ela”, diz um manifestante.
  
As manifestações, não autorizadas, conseguiram paralisar o trânsito em Roma e causaram perturbações em várias outras cidades.