Última hora

Última hora

Vender a cara para pagar os estudos

Em leitura:

Vender a cara para pagar os estudos

Tamanho do texto Aa Aa

Há quem dê a cara por uma causa e há os que alugam o rosto a uma marca! É o caso de Ross Harper e Ed Moyse, dois britânicos de 22 anos. Em Oxford Circus, artéria comercial londrina, os dois jovens transformam-se em suportes publicitários. Uma forma original de ganhar uns xelins para pagarem os empréstimo que contraíram para os estudos.

Ross Harper, um dos dois fundadores da empresa e do site BuyMyFace.com – literalmente: Compre a minha cara – explica: “O que espero é que isto inspire outros jovens para avançarem com ideias. O mercado de trabalho está mesmo difícil. Por isso, é a altura de avançar, quando se tem uma ideia, há que testá-la. Senão, quais são as outras alternativas?”

Alugam o rosto entre 100 e 400 libras diárias, têm como clientes tanto pequenas como grandes empresas e estão mesmo a pensar na internacionalização.

Desde outubro, xelim a xelim, os dois jovens ja ganharam o equivalente a 35 mil euros.