Última hora

Última hora

Elevada participação nas presidenciais venezuelanas

Em leitura:

Elevada participação nas presidenciais venezuelanas

Tamanho do texto Aa Aa

A afluência às urnas na Venezuela está a ser elevada. Pelo menos é o que garante o presidente do Conselho Nacional de Eleições.

Cerca de 70 por cento dos eleitores inscritos no Consulado Geral da Venezuela no Funchal votaram nas presidenciais. Um número que traduz um aumento da participação na ordem dos 14 por cento em relação a 2006.

Seis candidatos estão na corrida às presidenciais, mas as atenções giram em torno de dois homens: Hugo Chávez e Henrique Capriles.

A decisão está nas mãos dos cerca de 19 milhões de eleitores chamados às urnas este domingo.

Estas são consideradas as eleições mais importantes desde a chegada ao poder de Hugo Chávez.

As sondagens revelam que nada está decidido.

Ao início da manhã eram já muitos os que aguardavam com expectativa a abertura das assembleias de voto.

“Temos a hipótese de decidir o que queremos para o país e a revolução da qual queremos fazer parte” refere um soldado.

“Creio que as pessoas responderam muito bem ao apelo ao voto. Penso que estavam ansiosas para votar” afirma uma mulher.

Chávez, candidato à reeleição e Capriles, aspirante a novo inquilino do Palácio de Miraflores mostram-se confiantes na vitória.