Última hora

Última hora

Venezuela: Chávez resiste nas urnas

Em leitura:

Venezuela: Chávez resiste nas urnas

Tamanho do texto Aa Aa

Hugo Chávez vacila, mas não cai, depois de resistir, nas urnas, à maior ameaça de sempre da oposição.

O presidente venezuelano saudou os seus apoiantes, em Caracas, depois de ser reeleito para um quarto mandato.

Segundo os resultados ainda provisórios das eleições, Chávez obteve 54,42% dos votos, com uma vantagem de 10% face à oposição, a mais reduzida de sempre.

“Quero saudar todos os que votaram contra a minha candidatura. Saudar o talento democrático, a participação, o civismo que demonstraram apesar de não concordarem com as propostas bolivarianas”, afirmou Chávez.

O rival, Henrique Capriles, obteve quase 45% dos votos, depois de ter conseguido reunir a oposição em torno da sua candidatura.

Um político de 40 anos que não conseguiu, no entanto, ultrapassar o estatuto de “jovem esperança” e favorito dos mercados financeiros.

“Espero que o movimento político que ocupa o poder há quase 14 anos compreenda que quase metade do país não está de acordo com ele. Peço àqueles que permanecem no poder que respeitem, reconheçam e tenham em consideração quase metade do país”,afirmou Capriles.

Mas a capacidade de sobrevivência política de Capriles poderá revelar-se bem mais curta do que a de Chávez.

Se o presidente reeleito resistiu à pressão norte-americana, a um golpe de Estado e a dois tumores cancerígenos, já o seu rival poderá rapidamente ser substituído por outros “jovens promissores” dentro da oposição.