Última hora

Última hora

Escalada da tensão entre Damasco e Ancara

Em leitura:

Escalada da tensão entre Damasco e Ancara

Tamanho do texto Aa Aa

Damasco tenta recuperar terreno numa altura em que a tensão com Ancara sobe de tom. Os rebeldes sírios têm como objetivo cortar as linhas de aprovisionamento das forças de Bashar Al-Assad no norte do país. Na terça-feira, tomaram a cidade de Maaret al-Noomane. Esta quarta-feira, o exército tentava recuperar esta localidade estratégica, perto da autoestrada que liga Damasco a Alepo.

Mas o regime de Damasco não recua. Esta quarta-feira, o governo sírio rejeitou o apelo do secretário-geral da ONU a um cessar-fogo unilateral.

A população síria, essa, continua a fugir da violência. Esta quarta-feira, inúmeros civis, na maioria mulheres e crianças, mas também alguns rebeldes feridos, atravessaram uma pequena ribeira que os separa da Turquia, onde se refugiaram.

Desde março do ano passado, a repressão governamental contra a revolta popular já provocou, segundo a ONU, mais de 30 mil mortos, sobretudo, civis.

Com a guerra à porta – e por vezes, mesmo, dentro do território turco -, Ancara sobe de tom e promete uma resposta ainda mais potente aos ataques de Damasco.