Última hora

Última hora

Rússia: Pussy Riot voltam hoje ao tribunal

Em leitura:

Rússia: Pussy Riot voltam hoje ao tribunal

Tamanho do texto Aa Aa

O julgamento em segunda intância das três jovens do grupo russo, Pussy Riot, começa esta quarta-feira, em Moscovo.

As jovens foram condenadas a dois anos de trabalhos forçados por hooliganismo e incitação ao ódio religioso e apresentaram recurso.

O alvo do protesto do grupo, na catedral do Cristo Salvador em Moscovo, era o presidente Vladimir Putin que comentou esta terça-feira que as três jovens “tiveram aquilo que procuraram”.

O julgamento esteve previsto para 1 de outubro e foi adiado porque o grupo anunciou a rutura com os advogados.

O protesto das Pussy Riot dividiu a sociedade russa e suscitou indignaçâo um pouco por todo o mundo, num contexto de preocupação internacional pelo regresso à presidência de Vladimir Putin.

As jovens têm continuado a receber muito apoio do estrangeiro. A líder da oposição birmanesa, Aung San Su Kyi, está entre as personalidades que pediram a sua libertação. O Parlamento Europeu apresentou a candidatura do grupo ao prémio Sakharov para a liberdade de espírito.