Última hora

Em leitura:

Doping: Armstrong desce ao inferno


Desporto

Doping: Armstrong desce ao inferno

A Lance Armstrong não interessa provar a sua inocência no escândalo de doping com a US Postal, mas à Agencia de Doping Norte-Americana (USADA) interessa provar as acusações.

Esta quinta-feira, a USADA tornou público um documento de mil páginas, que desmonta o esquema de dopagem da US Postal, equipa que Armstrong representou entre 1995 e 2008 e com a qual venceu sete Tour de França consecutivos.

O documento de nome “Decisão Fundamentada” que foi enviado UCI (União Ciclista Internacional), à AMA (Agência Mundial Antidopagem) e à (Federação Mundial de Triatlo) descreve o programa de dopagem da US Postal como o “mais sofisticado e profissionalizado alguma vez visto no desporto. As alegações são suportadas por 26 pessoas entre as quais 11 desportistas, antigos colegas de equipa de Armstrong. Michael Barry foi um dos que revelou publicamente que a equipa norte-americana pressionava os ciclistas a usarem de drogas e assegurava o seu silêncio.

O relatório da USADA é também suportado por documentação fiscal, e-mails e resultados de exames de laboratório que demonstram o uso, posse e distribuição de substâncias dopantes por parte de Armstrong.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

Desporto

Mundial 2014: Itália e Turquia em primeiro plano