Última hora

Última hora

Erdoğan diz ter provas de que avião russo transportava munições

Em leitura:

Erdoğan diz ter provas de que avião russo transportava munições

Tamanho do texto Aa Aa

O governo da Turquia diz ter provas de que o avião russo intercetado pela aviação turca transportava material de guerra.

O primeiro-ministro Recep Tayyp Erdoğan contradisse os russos, que negaram que o avião, que se dirigia de Moscovo para Damasco, na Síria, transportasse armas ou material militar.

“O remetente é a agência russa encarregue da produção de munições e armas. São esses os produtos que estão a produzir e a exportar. O destinatário, neste caso, não é uma empresa, mas sim um ministério: o Ministério Sírio da Defesa”, disse o chefe do governo turco.

O embaixador russo na Turquia foi chamado de urgência ao ministério dos Negócios Estrangeiros de Ancara para dar explicações sobre este incidente diplomático, que fez a Rússia entrar na guerra de nervos entre a Turquia e a Síria.

Para o politólogo Soli Özel, este caso faz mossa nas relações entre Moscovo e Ancara: “Penso que estamos a ferir, sem razão nenhuma, as nossas relações com a Rússia. Penso que a Turquia tem inteligência suficiente para não entrar numa guerra. Mas quando entramos nesta escalada, há sempre a possibilidade de derrapar e encontrarmo-nos numa situação que ninguém pode prever”.