Última hora

Última hora

Paquistão: Malala transferida para hospital militar de Rawalpindi

Em leitura:

Paquistão: Malala transferida para hospital militar de Rawalpindi

Tamanho do texto Aa Aa

A jovem paquistanesa vítima de um ataque talibã foi transferida, esta quinta-feira, de Peshawar para um hospital militar em Rawalpindi.

Segundo os médicos, Malala Yousufzai não se encontra ainda fora de perigo depois de ter sido baleada no pescoço e na cabeça, na terça-feira, por um grupo de extremistas religiosos.

Depois de uma intervenção cirúrgica para retirar uma das duas balas, os médicos decidiram remover Malala para uma zona mais segura, no hospital cardiológico das forças armadas de Rawalpindi.

A estudante de 14 anos tinha-se tornado um símbolo da resistência aos talibã, e consequentemente um alvo a abater, depois de ter criticado abertamente o encerramento da sua escola no vale de Swat, num documentário britânico.

Os talibã tinham justificado o ataque contra a adolescente como um “castigo contra as suas posições pró-ocidentais”.