Última hora

Em leitura:

Turquia abordou um avião sírio e confiscou uma parte da carga


Turquia

Turquia abordou um avião sírio e confiscou uma parte da carga

A Turquia libertou, durante a noite, o avião sírio que forçou a aterrar em Ancara para inspeção. As autoridades turcas suspeitaram que o aparelho transportava material bélico e confiscaram uma parte da carga.
 
O Airbus A-320, da companhia Syrian Airlines, transportava 30 passageiros, num voo comercial entre Moscovo e Damasco quando foi obrigado, pela força aérea turca, a aterrar.
 
Ancara fala de  “produtos que não devem ser levados em aviões civis, segundo as regras da aviação”, mas não deu mais explicações. Algumas fontes falam de componentes de mísseis.
 
O incidente ocorreu poucas horas depois de o chefe do Estado Maior turco ter afirmado que as suas tropas responderão fortemente se a Síria continuar a atacar território turco.
 
A tensão é crescente entre os dois países, com um forte risco de propagação do conflito na região. 
 
Ouçamos os nosso correspondente na Turquia, Bora Bayraktar:
 
“Forçar o avião sírio a aterrar propulsou as tensões entre Ancara e Damasco a um nível superior. Neste últimos dias, as cidades fronteiriças turcas foram atingidas por tiros sírios. A Turquia começou a responder aos ataques rápida e firmemente. Esta aterragem forçada, que ocorreu após a visita, à fronteira, do chefe do exército e das suas declarações, mostra que a Turquia quer aumentar a pressão sobre a Síria.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Dívida soberana da Espanha passou a "quase lixo"