Última hora

Última hora

Dia Nacional de Espanha celebrado sob o signo da austeridade

Em leitura:

Dia Nacional de Espanha celebrado sob o signo da austeridade

Tamanho do texto Aa Aa

Degenerou em confrontos, a manifestação pró-independência da Catalunha que decorreu, na Barcelona, a poucos passos de uma outra que celebrava o Dia Nacional de Espanha.

Cerca de uma centena de independentistas catalães reuniu-se para protestar contra o Dia da Hispanidade, que celebra a unidade de Espanha.

Os separatistas proferiram insultos contra os nacionalistas. Uma pessoa ficou ferida, nos confrontos.

Em plena efervescência independentista, os dirigentes catalães não estiveram presentes, em Madrid, nas comemorações oficiais do Dia da Hispanidade. O Rei passou em revista as tropas, mas – crise obriga – as celebrações tiveram, este ano, alguma circunstância mas pouca pompa.

Aviões e tanques não foram convocados para a Parada Militar, à qual assistiu Mariano Rajoy. O primeiro-ministro foi acolhido em silêncio. No ano passado, Zapatero tinha sido apupado e vaiado, num prenúncio de derrota, confirmado um mês depois, nas urnas.

Dois mil e 600 militares participaram no desfile deste ano, que não durou mais de uma hora. Orçamento das comemorações, cerca de 900 mil euros, contra os quase três milhões dispensados o ano passado.