Última hora

Última hora

Egito: Dezenas de feridos em confrontos na Praça Tahrir

Em leitura:

Egito: Dezenas de feridos em confrontos na Praça Tahrir

Tamanho do texto Aa Aa

Apoiantes e opositores de Mohamed Morsi envolveram-se, esta sexta-feira em violentos confrontos, na Praça Tahrir, no Cairo.

Tudo começou quando os apoiantes da Irmandade Muçulmana destruíram o palanque de um grupo que manifestava contra Morsi.

A Irmandade Muçulmana, movimento do partido de Morsi, apelara a uma manifestação contra a justiça egípcia. Em causa, uma decisão do tribunal que iliba figuras do antigo regime, acusadas da morte de manifestantes durante a primavera árabe do Egito.

“Deveria haver uma limpeza do sistema judicial, logo a seguir ao despedimento do procurador-geral, para assim honrarmos o sangue dos mártires derramado pela revolução”, exige um manifestante.

“Temos de ser pacientes com o presidente. Fora isso, tudo o que queremos é justiça para os revolucionários. As pessoas que morreram, precisam de ter algum reconhecimento. Temos de limpar o sistema judiciário”, reitera outro manifestante.

Em vários sítios da emblemática praça Tahrir, manifestantes de ambas as fações atiraram-se mutuamente pedras. Várias dezenas de pessoas ficaram feridas nos confrontos, os mais importantes desde a eleição do presidente egípcio, em junho último.