Última hora

Em leitura:

Antuérpia no centro das atenções nas municipais belgas


Bélgica

Antuérpia no centro das atenções nas municipais belgas

Oito milhões de eleitores acodem hoje às urnas na Bélgica, para votar em eleições municipais com as atenções focadas na segunda cidade do país.

Em Antuérpia, os independentistas flamengos dirigidos por Bart De Wever aspiram a uma vitória que, a confirmar-se, poderá abalar o frágil equilíbrio conseguido pela formação de uma vasta coligação em Dezembro de 2011, depois da maior crise política da história do país.

De Wever mede forças com o popular presidente da Câmara socialista, Patrick Janssens. As últimas sondagens oscilavam entre o empate e uma ligeira vantagem para o líder independentista.

Desde a abertura das urnas, registaram-se alguns problemas com o novo sistema de voto por computador.

Em várias assembleias de voto de Antuérpia e de Leuven, muitos eleitores viram-se confrontados com longas filas para exercer o direito de voto que, na Bélgica, é obrigatório.

Uma eleitora explica que conseguiu “finalmente votar, depois de mais de uma hora à espera”. E acrescenta que, na sua idade, “é escandaloso e não está certo ter de esperar ao frio durante tanto tempo”.

Este escrutínio é o segundo no qual podem votar os estrangeiros instalados na Bélgica, embora apenas 140 mil pessoas se tenham inscrito nas listas.

Os primeiros resultados são esperados para o início da noite.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Lituanos preparam-se para mostrar cartão vermelho