Última hora

Última hora

Síria: Relações com a Turquia complicam-se

Em leitura:

Síria: Relações com a Turquia complicam-se

Tamanho do texto Aa Aa

O exército sírio tenta retomar posições conquistadas pelos rebeldes no norte do país ao mesmo tempo que as relações com a Turquia vão-se tornando mais complicadas.

Segundo a organização Human Rights Watch, aviões sírios largaram recentemente bombas de fragmentação perto de Maaret al-Noomane, onde o exército luta com os rebeldes que lhe tentam cortar o caminho para Alepo.

Aquela organização declarou-se “muito preocupada” por ter visto vídeos de homens e crianças a mexerem em munições que não explodiram, lembrando que aquelas podem explodir ao mínimo contacto ou movimento.
As armas foram utilizadas nas províncias de Idleb, Alepo, Homs, Latakia e Damasco.
A Síria não ratificou a Convenção sobre as armas de fragmentação, aprovada por 107 Estados em 2008, que proíbe a sua produção, armazenamento, transporte e utilização, e prevê a destruição dos “stocks” existentes.