Última hora

Última hora

Alemanha baixa previsões de crescimento para 2013

Em leitura:

Alemanha baixa previsões de crescimento para 2013

Tamanho do texto Aa Aa

O motor da zona euro está a perder velocidade. A Alemanha cortou as previsões de crescimento para 2013. Ao longo de dois anos, a economia alemã tinha conseguido escapar aos efeitos da crise da dívida, mas as medidas de austeridade na Europa e a desaceleração dos países emergentes estão a atingir as exportações, um dos pilares da sua economia.

O ministro alemão da Economia, Philipp Rösler, defende: “O ambiente geral tornou-se mais difícil para a economia alemã, devido à crise da dívida na zona euro. A boa notícia é que a Alemanha vai continuar a crescer. A previsão de crescimento para 2013 é agora de 1%, menos do que os 1,6% previstos na primavera”.

Para este ano, Berlim subiu as previsões de crescimento numa décima para 0,8%, muito aquém dos 3% registados em 2011.

O país tem uma das menores taxas de desemprego da zona euro e a chanceler espera ultrapassar o impasse no Bundesrat, a câmara do parlamento onde estão representandos as regiões alemãs, sobre o corte de impostos, para impulsionar o consumo.