Última hora

Última hora

Síria: regime disposto a estudar cessar-fogo proposto por Brahimi

Em leitura:

Síria: regime disposto a estudar cessar-fogo proposto por Brahimi

Tamanho do texto Aa Aa

O regime sírio diz-se disposto a estudar a proposta de um cessar-fogo feita pelo mediador internacional Lakhdar Brahimi.

Damasco diz que, para tal, tanto os insurgentes como os países que os apoiam devem ser implicados.

No terreno, as forças de Bashar Al-Assad continuam a tentar retomar o controlo das áreas ocupadas pelos rebeldes.

O chefe do Conselho Nacional Sírio, principal coligação da oposição no exílio, disse que o Exército Livre Sírio, composto por desertores e civis, está disposto a “parar as hostilidades quando a máquina de guerra do regime o tiver feito”.

Fontes da insurgência disseram também que a rebelião pretende unificar a sua liderança.

Depois de um encontro com o presidente iraniano no Azerbaijão, o primeiro-ministro turco Recep Tayyip Erdogan disse ter sugerido a Mahmud Ahmadinejad um diálogo a três com o Egito sobre a crise síria. A Turquia apoia os rebeldes sírios, enquanto o Irão é aliado de Damasco.

Depois da Arábia Saudita, da Turquia e do Irão, o emissário internacional Lakhdar Brahimi deslocou-se ao Cairo em mais uma etapa da digressão dedicada a tentar encontrar uma solução para o conflito que fez mais de 30 mil mortos nos últimos 20 meses.