Última hora

Última hora

EUA: FBI forneceu explosivos falsos a bombista da "Fed"

Em leitura:

EUA: FBI forneceu explosivos falsos a bombista da "Fed"

Tamanho do texto Aa Aa

O alegado bombista da reserva federal norte-americana (Fed) foi presente esta noite a tribunal, horas depois de uma tentativa falhada para fazer detonar uma carga explosiva junto ao edifício em Nova Iorque.

Quazi Mohammad Nafis de 21 anos, incorre na pena perpétua, acusado de tentar utilizar uma arma de destruição maciça e de ligações à rede terrorista Al-Qaida.

O jovem, originário do Bangladesh, encontrava-se sob vigilância dos serviços secretos que o detiveram ontem, após tentar deflagrar uma bomba falsa.

O responsável da polícia de Nova Iorque, Ray Kelly, afirma, “ele veio para os Estados Unidos com o objetivo assumido de levar a cabo uma “jihad” (guerra santa). Ele tinha como primeiro objetivo a bolsa mas, ao ver a segurança em redor, decidiu mudar de alvo e atacar o edifício da reserva federal”.

A polícia efetuou, esta noite, uma rusga à residência de Quazi Nafis, no bairro de Queens, em Nova Iorque.

Um vizinho afirma: “é um pouco assustador. Ainda não consigo acreditar que um terrorista vivia do outro lado da minha rua”.

O jovem teria gravado um vídeo a reivindicar o atentado. Desde a sua chegada aos EUA, em janeiro, que era vigiado por vários agentes do FBI que lhe forneceram detonadores e explosivos falsos, os mesmo que o detiveram ontem depois de tentar deflagrar as bombas.