Última hora

Última hora

Exército sírio acusado de novo massacre no norte do país

Em leitura:

Exército sírio acusado de novo massacre no norte do país

Tamanho do texto Aa Aa

O exército sírio é acusado de ter cometido um novo massacre de civis no norte do país.

Pelo menos 40 pessoas terão morrido e dezenas permanecem desaparecidas depois do bombardeamento, esta tarde, da localidade de Maarret an Noomane.

Segundo testemunhas locais, várias das vítimas serão crianças.

O ataque ocorre num momento em que o exército tem intensificado os ataques contra as povoações junto à fronteira turca, depois de Ancara ter reforçado a sua presença militar na região.

Pelo menos 140 pessoas terão morrido na quarta-feira, parte das quais depois de um bombardeamento ter atingido um edifício residencial em Idlib.

Segundo o relatório da ONG Avaaz, divulgado hoje, pelo menos 28 mil pessoas permanecem desaparecidas no país.

Dezanove meses após o início da revolta contra o presidente Bashar Al-Assad, as vítimas do conflito ascendem a mais de 30 mil mortos.