Última hora

Última hora

França e Alemanha querem concluir dossiê da união bancária

Em leitura:

França e Alemanha querem concluir dossiê da união bancária

Tamanho do texto Aa Aa

Os dirigentes europeus começaram a chegar a Bruxelas para numa cimeira de dois dias onde os principais temas a discutir deverão centrar-se na consolidação do projecto da União Europeia.

Onze países do euro, entre os quais Portugal, Alemanha e França, propõem-se introduzir a partir do próximo ano um tipo de tributação adicional sobre transações financeiras.

“Existem propostas que poderão reforçar a união orçamental. Vamos falar disso. No imediato o que é importante é por em marcha a união bancária que está na ordem do dia deste encontro. É por isso que eu e a senhora Merkel vamos discutir as diferentes etapas, e vamos acabar com a etapa da união bancária”.

A chanceler alemã defendeu, por seu turno, a possibilidade de serem transferidas para os países em recessão as receitas resultantes da aplicação da nova taxa sobre transacções.

Para este encontro trouxe quatro pontos importantes: supervisão dos bancos, coordenação política e económica, cooperação fiscal e legitimação democrática.

“Esta não vai ser uma cimeira para tomar decisões estamos aqui para preparar decisões para o mês de dezembro.

Nos cálculos de Bruxelas, esta nova fonte de receita poderia gerar 57 mil milhões de euros – quase metade do valor dos Orçamentos anuais da União Europeia.